Ótimos álbuns [1] “Tuskegee”, Lionel Richie

Lionel Richie - Tuskegee.jpgÀs vezes você ouve uns CDs bacanas que foram lançados tem um tempinho e dá vontade de resenhar, falar sobre ele, mas não encontra uma situação específica pra falar sobre. Pois bem, essa semana me vi ouvindo os álbuns do Lionel Richie (talvez um dos artistas mais bem sucedidos e respeitados da história da música, com vários Grammys e um Oscar) e decidi dar uma conferida em “Tuskegee“, o álbum country que ele gravou com um timaço de pesos-pesados do gênero em 2012 (tem Kenny Chesney, Jennifer Nettles, Little Big Town, Rascal Flatts, Darius Rucker, Blake Shelton, Shania Twain… E nem citei todo mundo!). Basicamente, o CD é composto pelos grandes sucessos do Lionel com arranjos country.

Para quem não sabe, essa inserção dele no Country não é algo de agora. Ele já tinha composto “Lady”, um clássico crossover country/pop do comecinho da década, performado por Kenny Rogers, e em seus álbuns solo o Lionel já cantou músicas com flavor country (como “Stuck on You” e “Deep River Woman”). Ou seja, o gênero não é um alien pra ele – pelo contrário. E o rapaz é do Alabama…

Pois bem, eu gostei tanto do CD (e nem curto country), que deu vontade de resenhar “Tuskegee” – porque não é apenas um CD redondinho, é a prova de que excelentes letras fazem sentido em qualquer sonoridade, boa música funciona em todo tipo de arranjo e o reforço da genialidade do Lionel Richie, que volta e meia a gente esquece por causa do tempo e porque “Hello” é meio cheesy mesmo.

Continuar lendo