Mark Ronson e o fôlego em Uptown Special

Cover CD Mark Ronson Uptown SpecialQuem acompanha música deve conhecer alguma coisa sobre Mark Ronson. O DJ e produtor britânico por trás do clássico “Back To Black”, da Amy Winehouse (além de trabalhos com Lily Allen, Christina Aguilera, Robbie Williams e Bruno Mars), é sempre sinônimo de mistura de várias influências em busca de um som moderno, mas com um pezinho no passado. E com o lançamento de “Uptown Special”, o foco são os anos 70.

O que ninguém – nem ele mesmo esperava, como relatado na reportagem de capa da Billboard desta semana– era que o seu novo álbum (o terceiro em sua discografia) seria tão ansiosamente esperado por causa do primeiro grande hit do ano, “Uptown Funk”, um sucesso massivo e que não dá mostras de diminuir a velocidade da dominação tão cedo. O lead-single do álbum acabou levando crítica e público a conferir o que Ronson tinha preparado para o álbum – como a participação especial do mito Stevie Wonder em duas faixas, além da contribuição do escritor vencedor do Pulitzer Michael Chabon nas músicas do CD.

Será que já podemos incluir “Uptown Special” nas listinhas futuras de melhores de 2015, ainda em Janeiro? Confira no track-by-track!

Continuar lendo

Ficar parado é a última coisa que Mark Ronson e Bruno Mars fazem no vídeo de”Uptown Funk”

Mark Ronson and Bruno Mars Uptown Funk video

Num mundo essencialmente pop, sempre bom tem um pouco de groove pra contrabalançar, não é? E é isso que o produtor britânico Mark Ronson (o homem por trás do icônico “Back To Black” da eterna Amy Winehouse, além de ter trabalhado com nomes como Lily Allen, Robbie Williams e Christina Aguilera) está apresentando no primeiro single de seu novo álbum “Uptown Special” (para quem não sabe, ele tem três álbuns lançados), o funk-soul nervosíssimo e cheio de ginga “Uptown Funk”, com participação especial de outro parceiro musical, Bruno Mars.

Para quem não sabe, os dois trabalharam juntos na produção do segundo álbum do havaiano, “Unorthodox Jukebox” (que levou o Grammy de Melhor Álbum Pop em 2014) – aquele álbum espetacular que mesclou os anos 70 e 80 melhor que muito cd inspirado nos anos 80 por aí – e como a química bateu, Bruno tem créditos de participação em outra faixa do álbum de Ronson, que está previsto para ser lançado em 2015. Mas primeiro, vamos começar com esse petardo incrível que é “Uptown Funk” – uma música completamente diferente do que tá rolando por aí, mas com uma capacidade radio-friendly incrível, graças à qualidade da faixa e a voz moldada para o grande público que é a do Bruno Mars, mas com um pouco mais de agressividade e força que viriam bem também à sua pequena discografia.

O novo álbum de Mark Ronson também conta com participações de Kevin Parker do Tame Impala, Andrew Wyatt, e do produtor Emile Haynie, além de outros nomes. E pode-se esperar uma abordagem bem setentista e cheia de ritmo no CD, assim como o lead single “Uptown Funk”, que muitos críticos dizem ter influência de Prince, outros de Michael Jackson, e eu vejo um pouco de James Brown, principalmente na parte final da música.

E com a música já estourada nos charts (subindo velozmente nas rádios, em primeiro lugar no Chart Viral do Spotify e em vigésimo-segundo no iTunes), é claro que a nova dupla dinâmica da música ia lançar o clipe do single, que segue na mesma vibe da música. Um clipe cool e descolado, com muitas cores, dancinhas charmosas do Bruno e os Hooligans (além da participação bem cool do Mark Ronson balançando a cabeça) e um dos momentos mais bizarramente divertidos do mês: uma sequência de Bruno e Mark num cabeleireiro, com bobs na cabeça, cruzando as pernas e – claro – balançando a cabeça ao som do ritmo impecável de “Uptown Funk”.

Eu ouvi hit? Eu ouvi viral? Confira o elétrico vídeo!